Desordem Temporomandibular

 

A Desordem Temporomandibular (DTM) é uma patologia que afeta a o sistema crânio- cérvico –mandibular, tem origem multifatorial podendo ser originada por associações entre fatores posturais, estruturais e psicológicos. Entre as causas da DTM a principal é a hiperatividade muscular, frequentemente causada por maloclusão, estresse emocional e alterações posturais, além de hábitos parafuncionais (bruxismo – apertar e ranger os dentes dormindo); frouxidão ligamentar; abertura excessiva da boca e lesões traumáticas ou degenerativas da articulação temporomandibular.

Esta desordem acarreta em diversas sintomatologias como dor orofacial ( dor e cansaço nos músculos da face), dor cervical, sensibilidade dos músculos da mastigação, estalidos e zumbidos nos ouvidos, cefaléia,dificuldade de abrir a boca entre outros.

A fisioterapia realiza um tratamento diferenciado e eficiente na abordagem desta patologia. O tratamento fisioterapêutico tem como objetivo minimizar a dor muscular, melhorar a amplitude de movimento da articulação, reduzir a inflamação, reduzir a carga na articulação, reeducar o paciente em relação ao posicionamento correto da mandíbula e auxiliar no pós-operatório de cirurgias ortognáticas.

As técnicas utilizadas realizam alivio nas condições sintomatológicas e restabelecem a função normal da Articulação temporomandibular.